Geografia

Notas de aula na seção de comentarios.

15 comentários sobre “Geografia

  1. Nesse bimestre em geografia, nós alunos do 7ºB, aprendemos sobre a pirâmide etária, a pirâmide etária é muito importante para entendermos melhor a nossa sociedade, quando a pirâmide tem a base larga, significa que a cidade tem muitos jovens e precisa investir nas creches, hospitais, escolas, se a pirâmide tem o corpo afunilado, mostra que a quantidade de adulto vai sempre diminuindo ao longo do aumento da idade, e o adulto é a principal fonte de renda pois, os idosos e jovens não trabalham e se a pirâmide tiver o ápice estreito indica um percentual pequeno de idosos da população

  2. Hoje, dia 01/03/2013, na aula de geografia nós falamos sobre o crescimento demográfico no Brasil. Vimos que o crescimento acelerado começou no final do século XIX e no início do século XX, ou seja, o aumento do crescimento natural da população. Também discutimos sobre a imigração: a situação Mundial x a situação Brasileira (fatores que contribuíram para a vinda de estrangeiros. O contexto mundial era marcado por guerras, pelas crises econômicas (desemprego e precárias condições de vida), enquanto a situação brasileira : as terras extensas e férteis, a necessidade de mão-de-obra (por conta da abolição da escravidão). Assim, a situação brasileira gerou atração dos estrangeiros que migravam para o Brasil.

  3. No dia 13/09/2012 vimos sobre os domínios mofoclimaticos, por sua vez ele é um conjunto de coisas naturais que predominam num lugar, algumas dessas características que ajudam a classificar uma área são: relevo e clima, lembrando que esse termo só vale para o Brasil e existem seis dominós:Domínio Amazônico,Domínio dos Cerrados,Domínio dos Mares de Morros, Domínio das Caatingas, Domínio das Araucárias e Domínio das Pradarias.

  4. Em nossa última aula vimos que na região sudeste estão ocorrendo muitos fatores para a saída de muitas indústrias, tanto automobilísticas quanto alimentícias e de vestuário. Algumas dessas causas são: a grande concorrência existente na região, a mão de obra mais cara, a organização sindical e o encarecimento dos terrenos. Estas indústrias, foram para outros lugares do Brasil por apresentarem vantagens como: Benefícios fiscais, mão de obra barata, infra estrutura de transportes(como rodovias e ferrovias) e de energia e ainda a doação de terrenos.
    Falamos sobre os tipos de indústrias, que recebem diferentes classificações quanto ao tipo de produção, como as indústrias de bens de produção ou de base como: siderúrgicas, metalúrgicas e petroquímicas, industrias de bens intermediários que são industrias de: autopeças, mecânicas e navais, e ainda tem indústrias de bens de consumo de bens duráveis e não duráveis.

  5. No dia 30/08 falamos sobre os tipos de indústrias.
    Vimos as seguintes indústrias:
    -indústrias de bens de produção (destacam-se as siderúrgicas, metalúrgicas e petroquímicas);
    -indústrias de bens intermediários (destacam-se as de autopeças, mecânicas e navais);
    -indústrias de bens de consumo (são divididas entre as duráveis: automobilísticas e eletrônicos; e as não duráveis: alimentícias).
    No dia 31/08 discutimos sobre a concentração de indústrias na região Sudeste e Nordeste. Falamos sobre os fatores que favoreceram a vinda das indústrias para essas regiões, que tipos de indústrias se concentraram lá e porque.

  6. Nota de aula do dia 24 de agosto:
    Nessa aula de geografia, a professora fez a correção coletiva da tarefa de casa. Nessa tarefa, falamos um pouco da região Sul, sobre os produtores rurais, que criam os animais (aves e suinos) até que atinjam um peso ideal, garantindo sua saúde. Assim, esses produtores fazem um acordo com os frigoríficos, para que deem a ração, remédios e assistência necessaria aos criadores, garantindo a compra total da produção. Também vimos sobre essa região, os grandes investimentos industriais que tem sido feitos. Isso porque as empresas viram um desenvolvimento na agropécuaria, muita matéria prima para ser ultilizada, um grande potencial energetico, infraestrutura e outros fatores que trariam beneficios para a instalação das fábricas no Sul. Nessa aula ainda tiveram outros assuntos interessants, como a Zona Franca de Manaos, a expansão do centro-oeste e o desenvolvimento da região Nordeste,

  7. No ultima aula do dia 10.08.2012, vimos as características gerais das regiões sobre industrias das regiões sul, sudeste e norte. Na região sudeste,tem boa infraestrutura, mercado consumidor, grande abastecimento energético, diversidade dos setores industriais e é a região mais industrializada do Brasil. Na região sul, tem a fronteira com os países Mercosul, tem grande numero de industrias alimentícias e têxteis e é a segunda região mais industrializada do pais. Na região norte, temos a existência da zona franca e ela representa 6% do total da produção industrial no Brasil.

  8. No dia 23/08, na aula de geografia do 7B, discutimos sobre as características da atividade industrial na região centro-oeste (e a menor produtora do pais), Norte (tem vários benefícios fiscais) e Nordeste (tem muito potencial para crescer).

  9. Na ultima aula de Geografia, dia 23/08/12 nós discutimos sobre a industrialização e suas principais características nas regiões, Centro-Oeste e Nordeste. Vimos que a região Centro-Oeste é a menos industrializada do país, as principais indústrias da região são as agroindústrias, e que as áreas mais industrializadas são os estados de Mato Grosso e Goiás. Vimos que a região Nordeste teve vários fatores que ajudaram para o crescimento industrial na região, dentre eles: isenção de impostos, mão de obra barata e oferta de infra-estrutura. Também vimos que a região nordeste é grande produtora têxtil e de calçados.

  10. No dia 17/08 na aula de geografia estudamos sobre a industrialização nas regiões do nosso pais:
    SUDESTE:A região sudeste é a mais industrializada do país,e contem um mercado consumidor bastante significativo.
    SUL: é a segunda região mais industrializada do país,na região sul tem muita produção agropecuária e aonde tem produção agropecuária tem um grande numero de industrias de: Laticínio, Frigorifica, Couro e Têxteis.
    NORTE: A atividade madeireira influenciou na atividade industrial, a região norte representa 6%da produção industrial do Brasil o crescimento das industrias em Manaus ocorreu com a criação de um distrito industrial chamado zona franca.

  11. No dia 8/6 na aula de geografia tivemos uma pequena discussão com o tema de metrópoles e também vimos um pouco sobre as megalópoles. Foram entregues as notas da prova

  12. No dia 14/06, nós corrigimos nossa tarefa de casa. Ela abordava os assuntos de hierarquia urbana, regiões metropolitanas e megalópoles e, por ultimo, violência nas áreas urbanas. Depois, corrigimos nossa prova, que falava de Pirâmide Etária, fluxos migratórios internos no Brasil, População Economicamente Ativa(PEA) e População Inativa(PI) e setores de trabalho(Primário, secundário e terciário).

  13. Rede urbana: conjunto de cidades.

    Dentro da rede urbana temos hierarquia urbana e nessas hierarquia urbana temos metrópoles.

    Metrópoles são cidades com mais de mil habitantes que apresentam vários serviços.
    As metrópoles podem ser:
    1- globais: influenciam na renda nacional e internacional.
    2- nacionais: influenciam na renda apenas dentro do pais.
    3- regionais: influenciam na renda apenas da região em que estão.

    Conurbação: fusão espontânea de duas ou mais cidades próximas por meio da expansão de seus sítios urbanos e dar origem a regiões metropolitanas.

    Região metropolitana: 1 cidade principal ( metropole ) mais várias cidades vizinhas.

  14. Nesta aula, a professora Veridiana fez uma apresentação de slides sobre a urbanização e modernização brasileira. A saída da população rural para as áreas urbanas, isso se chama êxodo rural. Isso ocorre pois introduziram máquinas nas áreas rurais causando o desemprego. Com essa mecanização, as cidades desenvolveram indústrias que atraíram pessoas e geraram empregos.

  15. Nós estudamos sobre a distribuição da população brasileira. Vimos a pirâmide etária, que mostra as pessoas do país divididas por sexo e idade. Essa pirâmide possui três partes. A base, é o local onde ficam os jovens, população de pessoas de 0 a 19 anos. Com uma base larga, o governo precisa investir principalmente em saúde e educação. O corpo abriga a parte adulta do país, pessoas de 20 a 59 anos. O corpo é o responsável pela economia do país, pois são os adultos que trabalham e produzem algo. Essa parte é bastante importante e quanto mais adultos o corpo abrigar, melhor para a economia do país. A última parte da pirâmide é o topo, onde abriga as pessoa idosas, população com mais de 59 anos. O topo mostra a expectativa de vida do país. Quanto mais idosos, maior vai ser a expectativa de vida. Mas, os idosos para viverem muito, precisam de uma boa qualidade de vida. Então, se o país tiver uma boa expectativa de vida, também vai ter uma boa qualidade de vida e se ele tiver uma ruim expectativa de vida, ele também vai ter uma ruim qualidade de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s