16 comentários sobre “Nietzsche Human, All Too Human

  1. Nietzsche foi um pioneiro na defesa de uma forma de pensar em que não existiria uma verdade fixa, onde não haveria por exemplo o bem e o mal claramente definidos.Nietzsche desde criança era ligado à religião por meio de seu pai, que era cristão. Após a morte de seu pai o filosofo começou a estudar o cristianismo, mas após anos estudando Nietzsche parou de disseminar a religião, e a partir de então ele escreveu vários textos críticos sobre a religião e moral alegando sermos o motivo da morte de Deus. Assim Nietzsche chegou a sua conclusão Deus está morto e fomos nós que o matamos

  2. Nietzsche foi um filosofo que mesmo tendo tido uma família cristã ele não queria isso para si.Ele dizia que o cristianismo era somente Piedade,Compaixão e que isso mostra que as pessoas tem limites,que elas não são capazes.Rejeitando absolutamente a doutrinação cristã que começou a estudar. É nesse tempo que ele se compara com a filosofia de Schopenhauer,onde o pessimismo é que domina e que somente na Arte o Homem poderia mostrar suas limitações.
    Ao passar dos anos Nietzsche já não se identificava naquela filosofia.Ele passou a perceber que o mundo sem Deus deveria ser feito por você, com próprio esforço e não diminuí-lo como no cristianismo que dava perdão aos erros cometidos.

  3. O video é bem interessante, porque além de mostrar bastante de como era a vida de Nietzsche, que por exemplo ele nasceu em uma família cristã onde seu pai era pastor, ele negou a si mesmo o cristianismo, que ele considerava como compaixão e piedade, então estarua insinuando que as pessoas que seguem o cristianismo são limitadas, que dependendo do ponto de vista que a pessoa defende elas tirarão suas conclusões se são ou não, na minha opinião o que eu mais achei interessante é que Nietzsche nasceu em uma família extremamente cristã e até chegou a estuda em um colégio carolico e começou a questionar Deus, dizendo que ele está morto e que nos o matamos.

  4. O video possui um conteúdo interessante, pois mostra a historia de Nietzsche, podendo ser considerado tão importante quanto Marx, Freud. Procura explicar seus pensamentos e concepções filosoficas, que serviam como um manual que leva o homem a pensar por si mesmo. Em sua obra, Nietzsche critica a tradição da filosofia ocidental partindo de Sócrates, a quem acusa de ter negado a intuição criadora da filosofia anterior, pré-socrática. Após procurar um conhecimento absoluto ele enlouqueceu.

  5. Video muito bom e interessante, que aborda o assunto de uma forma muito ampla e objetiva, apresentando todas as caracteristicas necessárias. Nietzsche, nasceu na atual Alemanha. Desde pequeno ele foi influenciado pelo seu pai a seguir o caminho cristão (seu pai era protestante). Após a morte de seu pai, ele fez vários estudos sobre a religião católica e passou a “critica-la”, ele até chegou se questionar se Deus estava morto. Nietzseche foi um homem mundo inteligente, com uma alta capacidade mental, ele estudou grego, latim, teologia e filosofia. Em sua obra, Nietzsche critica a tradição da filosofia ocidental a partir de Sócrates, que acusou de ter negado a intuição criadora da filosofia anterior, pré-socrática. Com essa análise, ele mostra a distinção entre 2 princípios: o apolíneo e o dionisíaco. O apolíneo é a individualização, é símbolo de luz, de medida, de limite. O dionisíaco é a afirmação triunfal da realidade e suas contingências, é se unir a existência em todo sua verdade, contradição e terror. Através da embriaguez os limites, as medidas. Fazendo-o entender que o apolíneo é apenas uma ilusão. Nietszche liga o dionisíaco à música, minha arte preferida, e o apolíneo à pintura. Ainda muito novo, com apenas 44 anos, ele começou a apresentar alguns problemas de saúde e dizia que a única forma para se desligar de seus problemas era pela a arte. Após uma busca incessante por um conhecimento Nietzsche chegou a um estado de loucura e seus últimos dias foram com sua irmã, que após a sua morte afirmou que ele era nazista.

  6. Eu achei o vídeo muito interessante, pelo fato decorrente deste filósofo corajoso (isso por ter abandonado a religião católica para começar a questionar Deus a partir da filosofi),Friedrich Nietzsche, ter nascido religioso protestante, pois seu pai era pastor e com todo o estudo de latim, grego, teologia e filosofiia. Porém ele só foi atraído pelos pensamentos filosóficos quando este leu o livro “O mundo como vontade e presentação” de Arthur Schopenhauer.
    Em suas obras de teor filosófico, Nietzsche critíca a filosofia ocidental a partir das reflexões de Sócrates (que Nietzsche acusa de ter negado a intuição criadora da antiga filosofia. Com esse tipo de pensamento, Friedrich estabelece a distinção entre dois princípios: apolíneo e dionísico, a partir dos deuses da mitologia grega: Apolo (deus da razão, da ordem e da luz) e Dionísio (deus da música, do teatro, da fantasia, da aventura e da desordem).
    Segundo,este fillósofo o apolíneo e o dionísico forma separados na Grécia socrática, e houve a opção de se levar ao valores da razão que foi contido no princípio.
    Nietzche criticou os valores morais a partir de novo tipo de abordagem, o estudo da formação histórica dos valores morais. Para ele não existe noções absolutas em relação ao bem e o mal, mas sim que o homem cria essas concepções morais a partir dos seu interesses humanos, indo além da das noções de bem e mal tentando lhes deixar independentes.
    A diferença entre as concepções de valores morais de Nietzche e das religiões, é que: o judaísmo e o cristianismo pensa nesse valores morais, nesse interesses humanos em relação a seguir “as vontades de Deus”, já o filósofo pensa nessse interesse como interesse impostos pela irrefletida vida influenciada pela sociedade burguesa.
    Nietzsche morreu como um louco aos 44 anos de idades, morreu sem o reconhecimento da sociedade, que era cristã ou voltadas as outras religiões que dizia que essa loucura do filósofo era por causa da ausência de Deus na sua vida.

  7. O importante do vídeo é a interpretação, tratando da sua vida pessoal e de seus interesses, e mais precisamente trata dos grandes impactos que as obras de Friedrich Nietzsche trouxeram aos pensamentos decorrentes daquela época,e como ele pôde chegar lá através de seus consistentes ideais. “Tocou” com a sua mente e interpretação filosófica, o professor Arthur Schopenhauer,e seguindo seus ideais pode ser considerado um dos mais importantes pensadores do século 19, e até um dos mais respeitados e influentes da história. O documentário não apresenta só coisas “positivas” sobre Nietzsche, e mostra como e quando chegou à ficar louco aos 44 anos (Idade considerada nova hoje em dia). Ideias e sua interação com o bem e o mal e a idealização do super homem de Nietzsche abrem os nossos olhos para a importância e relevância dos argumentos e também da vida de Friedrich Nietzsche, um dos filósofos “punk” que mais influenciou, influencia e ainda influenciará o entendimento do pensamento filosófico daquela época.

  8. Nietzsche, dos filósofos, o mais interessante. Nasceu em Rocken, uma localidade da Alemanha atual. Filho de pastor protestante, possuía um gênio brilhante, tendo estudado grego, latim, teologia e filosofia. Em 1869, se tornou professor titular de Filosofia na Basileia. A partir da leitura de “O mundo como vontade e presentação”- Arthur Schopenhauer(1788-1860), se sentiu profundamente atraído pelas reflexões filosóficas.
    Em sua obra, Nietzsche critica a tradição da filosofia ocidental a partir de Sócrates, a quem acusa de ter negado a intuição criadora da filosofia anterior, pré-socrática. Com essa análise, Nietzsche estabelece a distinção entre 2 princípios: o apolíneo e o dionisíaco, a partir dos deuses gregos Apolo (deus da razão, clareza, da ordem) e Dionísio (deus da aventura, da música, da fantasia
    e da desordem). Para ele (Nietszche), esses dois princípios (ou dimensões complementares da realidade), o apolíneo e o dionsíaco, foram separados na Grécia socrática, que, optando pelo culto à razão, secou a seiva criadora da filosofia, contida na dimensão dionisíaca.
    Sobre a genealogia da moral, Nietszche desenvolve uma crítica intensa dos valores morais, propondo uma nova abordagem: a genealogia da moral, isto é, o estudo da formação histórica dos valores morais. A conclusão do filósofo foi de que não existem as noções absolutas de bem e de mal. Para ele as concepções morais são elaboradas pelos homens, a partir dos interesses humanos. Ou seja, são produtos históricos-culturais. No entanto, as religiões, como o judaísmo e o cristianismo, impõem esses valores humanos como se fossem produtos da “vontade de Deus”. Para o filósofo, grande parte das pessoas acomoda-se a uma “moral de rebanho”, baseada na submissão irrefletida aos valores dominantes da civilização burguesa.

  9. O vídeo retrata a vida de Nietzsche, um grande filosofo alemão, que sempre teve uma vida muito difícil para conquistar uma Filosofia que para ele seria a ideal . Nietzsche desde criança era ligado à religião por meio de seu pai, que era cristão. Após a morte de seu pai o filosofo começou a estudar o cristianismo, mas após anos estudando Nietzsche parou de disseminar a religião, e a partir de então ele escreveu vários textos críticos sobre a religião e moral alegando sermos o motivo da morte de Deus. As principais ideias de Nietzsche incluíam a vontade de poder, a “morte de Deus” e o Übermensch. A grande curiosidade dele era o que seria da sociedade pós Deus, e o que seria então do homem abandonado a si mesmo? Se Deus está morto e não serei mais recompensado e nem corro o risco de ser punido, então vale tudo? Não existe mais o bem e o mal? E para ele o acima do bem e do mal seria um sociedade sem definição do que é o bem e o mal e sim definir o que aquilo nos esta oferecendo. Nietzsche viajou toda a Europa tentando conseguir uma resposta para todas as suas duvidas, e muitas vezes foi acusado de em suas obras passar a mensagem subliminar de que ele era um ser superior a Deus, mas apesar de receber críticas o filosofo continuou desenvolvendo seus conhecimentos. Muito cedo Nietzsche apresentou problemas de saúde, e dizia que a única forma para se desligar de seus problemas era pela a arte. Após uma busca incessante por um conhecimento quase absoluto Nietzsche chegou a um estado de loucura e seus últimos dias foram com sua irmã, que após a sua morte promoveu o irmão, afirmando que ele era nazista.

  10. A filosofia, ou teoria, do filósofo Nietzsche é bem interessante, para mim, o que foi mais interessante em sua história, foi o por que que ele deixou sua jornada religiosa e começou a questionar a Deus. Ele afirma que Deus está morto, mas não se pode entende que ele nunca existiu, se ele está morto, ele tem que ter vivido antes, não? De qualquer forma, nós (humanos, a sociedade) que o matamos.

    Nietzsche vivia em uma família em que seu pai se dedicava as atividades da igreja católica, portanto sua família era direcionada para “os caminhos de Deus”. Ainda jovem, o filósofo recebeu a notícia de que seu pai sofria de uma doença terminal no cérebro; ver o pai sofrendo como ele sofreu o fez questionar seu cristianismo, por que Deus estaria punindo seu pai com tanto sofrimento?
    Após a morte de seu pai, Nietzsche passou a viver com sua mãe e sua irmã, ele começou a estudar em uma escola religiosa.

    Talvez pelo fato de que toda essa questão de religião foi empurrada para ele desde pequeno, ele não teve escolha senão aceitar a única realidade (visão de mundo) que ele conhecia. Mas quando cresceu, seguido de uma série de questionamentos, como os relatados acima, Nietzsche formou a base de sua filosofia em sua nova conclusão: Deus está morto e quem o matou fomos nós.

  11. Nietzsche foi um pioneiro na defesa de uma forma de pensar em que não existiria uma verdade fixa, onde não haveria por exemplo o bem e o mal claramente definidos.
    Nietzsche acreditava que Deus não existiria, assim não se tinha explicação para o sofrimento humano já que esse não seria determinado por causa de castigos de Deus, por causa disso acabou por aderir a filosofia de Schopenhauer, que se caracterizava por ser uma filosofia pessimista. Nesse contexto ele(Nietzsche) acabou por defender a solidão, a auto reflexão e a arte como formas de se fugir do sofrimento, mesmo que fossem momentâneas.
    Mas tarde devido as condições em que se encontrava, estava muito doente e sofrendo muito, ele teve que deixar a forma pessimista de pensar defendida por Schopenhauer pois precisava encontrar estímulo para viver.
    Ele começou a desenvolver uma filosofia segundo a qual o homem com sua vontade poderia determinar as coisas. Que a maneira como pensamos pode nos influenciar fisicamente e psicologicamente. Assim Nietzsche defendia que o homem pode “fazer a si próprio”, ou seja o homem é que define sua vida e não qualquer força superior.

  12. Esse documentário aborda sobre a vida de Friedrich Nietzche, tanto em aspectos de seu modo de pensar e de fatos de sua vida como na reação da sociedade diante de suas idéias além da época. Ele morreu aos 44 anos em estado de loucura e o drama que passava na mente dele em seus últimos dias de vida antes de ser encontrado no estado de demência refletiam nos dias dele um horrível despertar ou reavaliação de seus valores. Assim podemos sugerir que ele tentou refúgio na loucura. Para ele todos os ideais era somente humanos e que ele seria uma lembrança controversa trazendo crise consciência. Ele acreditava na crise da fé cristã que atravessa na Europa no final do século 19. Nietzsche foi o primeiro pensador a compreender que a morte de Deus daria lugar a algo completamente novo na sociedade e história humana. Ocupando seu lugar viria a idéia de uma liberdade absoluta do homem como única medida do universo. O que ele descreveu foi as dores do nascimento do mundo moderno. Um dos fatos de Nietzsche ser lembrado ainda hoje foi que, como Marx e Freud, ele também foi muito importante na evolução do modo como as pessoas pensam no século 20. A principal influência dele no século 20 foi o enfraquecimento das nossas certezas morais e intelectuais, assim as pessoas ficaram indecisas com o bem e o mal, o certo e o errado. Até então a igreja era considerada a guardiã da moral, detentora da verdade e o que é certo, e Nietzsche foi considerado muito importante pois ele foi um revolucionário na época, indo contra algo que era considerado na época como o mais poderoso, o mais correto e divino, ou seja, ele foi muito importante porque foi um pioneiro dessa forma de pensar. Já hoje em dia, em pleno século 20, aceitamos a idéia de não possuir uma verdade certa porque acreditamos sermos indivíduos não determinados por forças exteriores e que nós construirmos nossa vida e as coisas que regem ela.

  13. O documentário conta sobra a vida curta de Friedrich Nietzsche que morreu como um louco aos 44 anos, devido aos seus pensamentos não aceitos pela sociedade da época, que era cristã e que não gostava da idéia do filósofo alemão de uma contestação da fé cristã e de uma ausência de Deus. no vídeo, o começo de seus pensamentos de anticristo originou na infância, quando ele tinha por volta de 5 anos, nessa período, seu pai, um pastor da igreja, e seu irmão morreram, Nietzsche a partir de então, ficou confuso diante da existência de Deus e da fé cristã, se perguntando porque Deus fez seu pai sofrer tanto, outra curiosidade no vídeo, foi que as obras de Nietzsche não eram um guia de seu pensamento e sim um guia para o próprio conhecimento. O título do documentário se refere a uma ou a obra mais conhecida de Nietzsche, publicada em 1878, ela tinha um caráter filosófico e psicológico, e continha todas suas idéias de uma crise da fé cristã (por causa de sua visão sobre um mundo que sobrevive sem necessitar de um poder divino), que atravessava a Europa no século 19, nessa obra também tinha idéias com características de Arthur Schopenhauer, isto é, idéias com um olhar pessimista sobre o homem de modo geral, já que Friedrich foi um seguidor da filosofia de Arthur. Pelo vídeo, eu entendi que por causas de problemas no seu corpo, Nietzsche abandonou a música nas óperas e buscou refúgio de seu sofrimento pela própria filosofia, que a desenvolveu de uma maneira cada vez mais “louca”, o afastando cada vez mais de seus amigos e da sociedade, o tornando um homem cada vez mais solitário

  14. Nietzsche foi um filosofo a qual mesmo tendo sido de família cristã negou isso para si.Ele acreditava que o cristianismo era Piedade,Compaixão e que isso seria dizer que as pessoas são limitadas,não são capazes.Negando toda a doutrinação cristã que tivera ele começa a estudar filosofia, é nesse tempo que ele se identifica com a filosofia de Schopenhauer,na qual o pessimismo é predominante e que somente na Arte e na Musica o Homem iria transcender suas limitações.
    Ao longo dos anos Nietzsche já não se via naquela filosofia.Ele começava a perceber que o mundo sem Deus deveria ser construído por você,por si mesmo e com próprio esforço e não desvaloriza-lo como no cristianismo que dava piedade aos erros.Afirmava que o Mundo no seculo 19 a 20 ainda não estava preparado para suas ideias.

  15. Friedrich Nietzsche foi o primeiro filosofo a compreender que a morte de Deus daria lugar a algo totalmente novo na história, além de ver o humano demasiado onde nós enxergamos ideais, e a liberdade absoluta do homem como medida única no universo. A sua principal influência no século XX foi o enfraquecimento de nossas certezas morais e intelectuais. É afirmativo, pois nos impulsiona a pensar por nós mesmos, é um guia para quem se posiciona desta forma.
    Durante toda a sua vida tentou borrar a posição radical entre o bem e o mal, relacionando para torna-los independentes um do outro.

  16. O video é muito interessante, pois mostra não apenas a historia de Nietzsche, mas tambem infatiza sua importancia historica, podendo ser considerado tão importante quanto Marx, Freud e ate mesmo Einstein, e busca entender e explicar seus pensamentos e concepções filosoficas, que serviam como um guia que levava o individuo a ppensar por si mesmo, ate que ele chegou ao seu estado de loucura aos 44 anos. Algo que chamou minha atenção foi a colocação de nietzsche como um filosofo punk. Outra coisa que me chamou a tenção foi a a capacidade dele de ver alem do bem e do mal, relacionando os dois e os tornando dependentes um do outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s