33 comentários sobre “Invasões bárbaras – Francos

  1. Os francos tinham um objetivo que era tomar terras romanas,e os romanos estavam enfraquecendo,pois os francos não paravam de atacar. Os romanos cederam uma parte de suas terras para os francos ficarem nela,eles eram agricultores e estavam sobrevivendo delas,e um fato importante é que eles nunca deixaram a sua religião.
    Os francos queriam tomar todo o território e avançando cada vez mais,com isso os romanos também estavam sendo atacados e pediram ajuda ao exercito de Meroveu, que foi lutar junto com os romanos e estavam também aprendendo novas técnicas.
    Quando Meroveu morreu seu filho,Childerico ficou no seu lugar,mas ele não soube valorizar,pois estava se casando com várias mulheres e depois abandonava elas e com isso os francos expulsaram ele. Depois de alguns anos ele voltou,pois os francos precisavam da sua ajuda,e ele voltou casado e com um filho,seu filho,Clóvis assumiu o seu lugar e na época em que reinava ele virou cristão e se tornou um homem muito poderoso,pois a igreja católica tinha uma forte influencia naquela época.

  2. O vídeo mostra que durante o processo de queda do Império Romano, vários povos se aproveitaram disso, mas nenhum comparado aos grandes saqueadores que eram os Francos, que inicializaram sua invasão em 300 d.C, esse grande povo barbáro tentava entrar no território romano pelo Norte, vindo das terras germânicas. Foi a quem mais tempo ficou no território Romano, forçando inclusive a Roma lhe dar parte de seu territorio para que os Francos parasem de invadir a sua terra.
    É vísivel no vídeo como Roma estava enfraquecendo aos poucos e cada vez mais sofrendo ataques territóriais, e de pouco em pouco perdendo suas forças, até a sua queda para os Francos.

  3. O vídeo é muito interenssante, do ponto de vista de informações e também do ponto de vista artístico, pois representou muito bem as estratégias, as guerras pactos e relações das diferentes cultaras presentes no território que a Roma dominava.
    Os Francos foram os povos que mais marcaram a queda de Roma e em particular, usaram estratégias um tanto complicadas (mas, eficazes) para conquistar esse território. Eles escolheram aquele momento para atacar Roma porque ela tinha passado por uma grande crise econômica e seu exército enfraquecido.
    No começo, para mim os povos bárbaros eram povos que não pensavam direito e eram extremamente violentos. Após assistir ao video mudei totalmente minha opinião, pois ele mostra que os povos bárbaros eram extremamente inteligentes e sabiam como, literalmente, usar certos povos em determinado momento para seu próprio benefício, por exemplo: quando eles ajudaram Roma para poder se “aproveitar” dos privilégios deles, e quando Clóvis armou um esquema que fez ele dominar o povo de Sigiberto.

  4. O vídeo mostra claramente que Roma não caiu em pouco tempo, gerações de guerra civil, tensão pública e ataques vindos de todos os lados foram necessários para derrubar o grande império e como o povo que dominou o império milenar dominou a europa e infuenciou a religião e cultura do continete pelos próximos séculos.

    O povo que esteve junto ao império do começo de sua queda até a sua destruição foram os francos e eles viriam a formar o novo império que dominaria a Europa
    Na primeira geração Meroveu foi o líder que unificou e comandou os francos, ele reuniu muitas das tribos francas e atacou o império pela Gália, o sucesso que obteve dominando o território e as outras ameaças bárbaras fizeram com que Roma fizesse uma oferta de paz, a partir daí os francos passaram a viver no norte da Gália e ajudavam o império todas as vezes que surgiam ameassas bárbaras,

    Meroveu permaneceu aliado do império e manteve as fronteiras Romanas ajudando a derrotar diversos povos invasores. Ele morreu sem que o cenário mudasse muito e o seu filho Childerico assumiu o controle sobre os francos, assim como o pai, ele ajudou Roma a se defender contra diversos inimigos, expandiu os territórios francos medianamente até ser exilado devido aos acedios que cometia contra as mulheres, quando ele volta do exilio está casado e e tem um secessor, Clóvis.

    Enquanto estava fora o povo franco ficou entimidado pelo poder de Roma, se tornou submisso e cedeu territórios de volta ao imprério, quando retornou do exílio a opressão acabou, Childerico reclamou os territórios de volta e assumiu o povo Franco novamente.
    Mas depois das duas gerações quem mudou a formatação dos territórios foi Clóvis, O Herdeiro de

    Childerico. Ele finalmente agrupou os francos, fortalecidos pelos anos de aliança com o império rico e ciente de quase todas as táticas romanas, e atacou o império. Ele dominou diversos territórios ao Sul dizimando a ameça do Império Romanoonde os francos foram se acomodando e o exército franco continuou a invadir o restante da europa. Ao se depara com um grupo tão potente quanto os francos, os germanis Clóvis então se vira para o deus Cristão, a batalha foi vencida e o rei franco reconheceu o poder do novo deus. O resultado positivo em um batalha que fora considerada perdida fez com que os francos, em grande massa se convertessem ao cristianismo, esse fato mudou o cenário da Europa naquela época e conferiu tanto poder a igreja, a partir desse momento os francos apenas ganham mais poder e territórios e por tabela a igreja também. Depois de vencer os visigodos Clóvis trama o assassinato do outro rei franco para então ser tornar imperador, a trama envolveu o filho do rei e dois assassinos e depois de concluída consolidou o poder de Clóvis sobre os francos e sobre todo o resto da Europa, ele dominou praticamente toda a Europa ocidental derrotando todos os traços de resistência. Devido a converção ao cristianismo anos atrás todo o poder que era dos Francos agora também era da igreja, após a sua morte a França, Reino dos francos foi repartido entre os quatro filhos de Clóvis, mesmo com a guerra civil entre esses quatro o modelo que seria seguido pelo proximo milênio na Europa já estava estabelecido.

  5. Este vídeo mostra como os Francos lutaram para alcançar seu objetivo, que era tomar as terras romanas.
    Uma coisa que eu achei interessante foi os Francos acreditarem em deuses que tinham alguma relação com a natureza.

  6. O vídeo mostrou que os francos foram o início de uma nova ordem mundial atacando os romanos, naquele momento em 300 a.C. o principal objetivo era dominar roma, esses (os francos) não passavam de bárbaros que se desconcentravam e se encontravam novamente, porém havia um que era mas sanguinário que os outros e era diferente pois não eram como os outros que se separavam, além de também serem mais fortes. Esses povos, os povos francos aproveitaram uma emboscada para os guerreiros de roma que estavam voltando da guerra civil e os atacaram. Em 354 a.C. os francos atacaram roma na região que se denominava toxandria na época, pois os romanos cederam aquela terra com o intuito de uma aliança contra outros povos que atacariam o Império romano

  7. Os Francos eram um povo vindo do norte que se aproveitaram do recente enfraquecimento de Roma para aumentar seu poder. Eles começaram dominando o norte de Roma, a província de Gália. Assustados com o avanço dos Francos, Roma ofereceu terras para originar uma trégua. A terra que ofereceram em primeira parte foi a Taxandria.
    Ao aceitar esta oferta, os Francos então se encontram sobre o controle Romano, mas mesmo assim realizavam pilhagens e saques. Além disso, se encontravam em um conflito silencioso, pois não abriam mão de sua religião e Roma não aprovava isso, sendo controladores em relação às crenças suas e dos outros sobre seu poder. Os Francos permaneciam na Taxandria, pacificamente, até que o número de soldados romanos na área diminuiu. Meroveu, um guerreiro franco, avançou, conquistando mais algumas terras. Como se este recente conflito não bastasse, Roma começa a ser atacada por outro povo bárbaro: os Hunos. Com isso, eles fizeram uma “aliança” com os Francos, pedindo para que estes os ajudassem na guerra contra o povo mongol. Deste modo, os Romanos cometeram um ENORME erro, pois agora, os Francos sabiam do modo como se organizavam militaricamente e como atacavam e se defendiam, facilitando assim, a futura grande queda do Império.
    Outro guerreiro, Childerico, filho de Meroveu, cresceu sobre os olhos do pai, se tornando, também, um forte guerreiro conquistador de terras, sendo responsável pela conquista de algumas outras terras. Como Childerico era muito poderoso e responsável pela conquista de várias terras, muita pressão foi jogada sobre ele, enquanto todos seus súditos pediam mais e mais e mais feitos heróicos. Depois de um tempo, este povo foi atacado por outro, os Visigodos, e Childerico, guerrilheiro (de um jeito bom), partiu para ajudar seu povo. Seu reinado acabou quando começou a seduzir as mulheres de seus plebeus, o que causaria seu assassinato, por ato do povo. Para se proteger, Childerico fugiu , onde ficaria até quando pudesse voltar. Ele fez um trato com um companheiro. Este amigo iria lhe enviar uma metade de uma moeda que Childerico tinha, e quando ele recebesse, era hora de ir para se povo. Dito e feito, Childerico voltou na época de um pequeno colapso, e o povo o recebeu de braços abertos, para que fossem protegidos. Clóvis, seu filho, foi o principal rei franco, sendo o que mais avançou contra Roma.
    Este Clóvis avançou contra Roma e a conquistou inteira. Se converteu ao cristianismo, graças a religião de sua mulher. Em meio de guerra, rezou para seu Deus e ganhou a guerra, virando um cristão ortodoxo assumido. Deixou seu império para seus filhos e então seguiu o resto de sua vida, até morrer, é claro.

  8. – Resumo das partes principais:
    Por um longo período o Império Romano sofreu ameaças bárbaras. Enfraquecido pela guerra civil, o exército romano não conseguiu resistir a esses ataques, então fizeram uma aliança com os francos, que ficaram com um pedaço de seu território, a Toxandria, em troca de apoio nas guerras.
    Os francos começaram a agir como os romanos, mas não abriam mão da sua religião, incluindo seus deuses.
    Um dos líderes dos francos foi Meroveu, que criou uma nova linha bárbara: os Merovíngios.
    Roma (como estava em decadência), fez uma aliança com eles para combater os Hunos, e juntos, conseguiram vencê-los. Seis anos depois da batalha, Meroveu morre e seu filho Childerico lidera o povo franco.
    Como os visigodos queriam ocupar o terrirório de Gália, o império romano para protegê-lo, precisou da ajuda de Childerico. Juntos derrotaram os visigodos e outros bárbaros.
    Childerico seduzia muitas moças e se casou varias vezes. Uma de suas esposas foi uma rainha, que após a morte de Childerico, Clóvis (filho), se torna líder dos francos.
    Clóvis atacou o império e conquistou o norte de Gália. Em seguida, deu aos francos um lar fora do domínio dos romanos, tendo suas próprias regras. Durante o reinado de Clóvis, se converteram ao cristianismo.
    Mais tarde Clóvis,, se aliou a Sigiberto (líder visigodo), para unir suas forças. Mas, Clóvis achava que só ele podia ser o rei, então ele eliminou o outro líder (convenceu secretamente o filho de Sigiberto, Cloderico, matar o pai, oferecendo riquezas em troca. Após a morte de Sigiberto, Clóvis matou Cloderico e disse ao povo que estava vingando seu amigo, assim ganhando a lealdade e confiança do povo) e todos os seus concorrentes.
    “O homem que passou a vida unindo seus domínios pede que seu reino seja dividido em quatro depois de sua morte e repartido entre seus filhos”.
    – Conclusão:
    Eu achei o vídeo muito bom e esclarecedor. Mas eu percebi que há um fato primordial para que tudo aconteça: o Império Romano ter ficado enfraquecido por causa da guerra civil. Pois isso resultou na procura da ajuda dos francos e a história segue… 🙂

  9. Achei o vídeo muito bom! Os povos bárbaros, conhecidos como francos, formaram um grupo muito poderoso antigamente. Com o enfraquecimento do Império Romano, o exército de roma não conseguiu se proteger contra os ataques dos bárbaros (francos) que aconteciam frequentemente. Com isso, para não se prejudicar, resolveram fazer uma espécie de aliança com esses povos, dando um pedaço de seu território conhecido como Toxandria, em troca de apoio nas guerras, quando os inimigos eram tanto dos francos quanto dos romanos. Ao longo do tempo, os francos tinham alguns reis, que governaram sua sociedade. Um deles foi Meroveu, depois seu filho Childerico e finalmente Clóvis, seu neto. Com esse comando, os francos no passar dos anos só acumulavam mais riquezas, continuavam seguindo sua religião pagã e dominavam vários territórios, se expandindo cada vez mais.
    Mas Clóvis, no seu reinado, se converteu ao cristianismo, deixando sua religião de lado. Pois sabia que se ficasse do lado do cristianismo, seriam muito mais poderoso, já que a Igreja católica tinha muito poder e influência naquela época.

  10. Em algumas partes desse vídeo ele mostra que alguns aliados do líder dos francos que tem uma grande influência em seu grupo “atrapalhando seu poder” eles o eliminam de uma forma que não seja necessário que eles sujem suas mãos e isso tudo seria pelo poder da liderança deles sobre os seus povos e como também falaram, talvez esses povos tenham sido os melhores políticos existentes mesmo usando técnicas sangrentas para isso.

  11. Nesse vídeo podemos ver que os “bárbaros” francos não eram bem bárbaros pois foram conquistando poder muito estrategicamente e assim formando a idade média.
    Primeiro podemos ver o legado de Meroveu, que suposto filho do deus do mar teria atacado roma após sua guerra civil estes que estavam fracos cederam parte de suas terras aos francos a Toxandria. Depois vemos os romanos em colapso por terem tido várias hordas de ataques então estes pedem a Meroveu que os ajude liderando seus francos contra a pior das ameaças Átila o huno. Com sucesso o exército franco-romano derrota os Hunos.
    Meroveu esperava recompensas, acordos dos romanos mas morreu muito cedo para presenciar isso. Deixando assim seu filho Childerico no comando. Childerico agia como um político se aliando aos romanos e acumulando riqueza e poder a partir dessa aliança, mas seu povo queria mais. Por ter tanto poder Childerico cortejava muitas mulheres o que deixou seu povo tão furioso a ponto de planejar seu assassinato, mas Childerico fugiu e pediu a seu amigo que lhe mandasse um mensageiro informando quando pudesse voltar. Sem Childerico os Francos não tinham um líder assim viraram de certa forma uma província romana, então o amigo de Childerico lhe mandou o mensageiro e Childerico voltou como um rei com uma esposa e um filho.
    Quando Childerico morreu o poder foi passado ao seu filho Clóvis. Clóvis era um típico rei germânico este era muito mais ambicioso que o pai e conquistou poder a base da força. Com 20 anos Clóvis atacou Soissons começando uma nova era. Clóvis agora aumentava seus domínios expandindo suas terras até além da Gália mas ainda dividia seus domínios com o outro rei Franco Sigeberto. A esposa de Clóvis Clotilda queria converte-lo e Clóvis estabeleceu duas condições a sua esposa primeira Deus teria que ajudá-lo numa batalha e segunda Deus precisava lhe mostrar um milagre. Então na batalha contra os Alemani a batalha estava sendo perdida então orou para Deus e milagrosamente ele ganhou a batalha e salvou Sigeberto que estava ferido, então Clóvis e seus francos se converteram. Depois os Francos dominaram mais terras vencendo dos visigodos. Por final Clóvis planejou o assassinato de Sigeberto e seu filho assim dominando sozinho o reinado franco. Quando morreu no seu testamento uma divisão do império franco em quatro entre seus quatro filhos assim começando a idade média.

  12. Os melhores fatos do vídeo, são os que mostram como os bárbaros são diferentes do que a gente pensam(Bárbaros é um termo utilizado pelos romanos para se referir a povos não romanos) já que eles batalhavam com a vida para defender suas “raízes”, e como eles ficaram marcados na história da guerra civil de Roma que demorou um tempo até ser resolvida. Para Roma chegar em um acordo pacifico, ela ofereceu um território romano(Toxandria) para os Francos poderem viver lá, mas a tática por trás disso, era defender a fronteira do país, já que a maioria dos ataque vinham na direção de Toxandria, então você pensa que Roma foi muito “boazinha” oferecendo o território, mas era apenas para a defesa do Império.
    Com o passar dos anos, os francos foram conquistando vários territórios pelo continente, eram quase invencíveis quando se tratava de guerra e sempre possuíam estratégias ofensivas e defensivas, e eles só se tornaram assim por conta de suas alianças com o império, e houveram vezes que Roma e os Francos tiveram que se unir, para confrontar um inimigo em comum, os Hunos.
    E é incrível como a religião cristã foi ganhando poder com o passar dos anos, foi conquistando território, era conhecida por ser uma religião para os mais necessitados e não os da elite, e foi capaz até de converter o rei Clóvis para o cristianismo.

  13. O vídeo explica que os francos , eram povos liderados por chefes bárbaros que buscavam locais para iniciar uma vida nova. E tinham como meta tomar as terras romanas. Devido as guerras cívis que estavam tendo em Roma, parte da barreira que o Império Romano tinha construído, foi destruída e ficou vulneravel a ataques. Se aproveitando da situação os Francos iniciaram um trato com o Império Romano, o território era oferecido a eles mas tinham que proteger o Império Romana dos ataques das guerras.

  14. Achei bastante interessante o fato de que no vídeo é mostrado o enfraquecimento do império romano devido a guerras internas, isso fez com que os bárbaros tivessem uma chance de dominar o território romano. Também é interresante quando o vídeo mostra as relações entre os romanos e os francos quando eles fizeram uma aliança, cada um com seus próprios interesses, porem uma hora essa aliança foi quebrada, fazendo os dois povos guerrearem.

  15. O vídeo é muito interessante, ele mostra invasão franca que durou por 1 século. Quando os romanos estavam fracos por conta da guerra cívica os francos aproveitaram a oportunidade e começaram a invasão. Eles escolheram como o primeiro território para invadir Gália, que era um dos territórios enfraquecidos. Essa guerra durou por vários anos, até que com o objetivo de um cessar-fogo os romanos ofereceram território para os invasores. Mas os romanos não saiam por baixo nessa troca, pois os francos acabavam ajudando a impedir as invasões de outros bárbaros. Mesmo vivendo no território “alheio” os francos ainda seguiam sua cultura e religião para mostrar que não se sentiam intimidados, era uma forma de resistência. Apesar de tudo, essa era considerada uma aliança frágil, pois quando os francos não tinham os mesmos interesses e objetivos dos romanos eles batalhavam por mais terra. Esse conflito só deixa em mais evidência o constante jogo de poder que envolvia o império romano desde seu ápice até sua queda.

  16. Achei o video bem útil para nosso aprendizado porque ele mostra o principal processo dos Francos, um povo que era muito fiel a sua religião independente de onde estavam (no caso, Roma). Mostra as guerras, o enfraquecimento do Império Romano e os demais conflitos… O “relacionamento” deles e todo o interesse em volta disso. Retrata a guerra civil que ocorreu na Roma durante 1 século, que os Francos aproveitaram a situação “fragilidade” de Roma e atacaram, alcançando o sucesso, e já que não resistiram aos ataques, fizeram ima especie de aliança e cederam uma parte do seu rerritorio (Toxandria), para ganharem apoio nas guerras.

  17. O vídeo mostra como Roma estava tendo conflitos internos políticos e econômicos, esses conflitos acabaram enfraquecendo a fronteira de Gália havendo uma invasão dos povos Francos.
    Depois de muitas guerras entre Roma e o povo Franco, Roma vários acordos com os Francos quando os interesses eram iguais como proteger a fronteira de onde eles estavam.
    O vídeo mostra também como os Francos foram espertos em questão de ser aliar a Roma para depois atacar em busca de mais território, o povo aproveitou-se bem da situação de Roma e como este estava sofrendo muitos ataques não pode aguentar os Francos que já estava dentro do território fazendo ataques perdendo muitas terras fazendo os Francos terem mais poder conquistando assim toda a Gália.
    E um dos sucessos dos ataques do Francos serem uma vitoria e que tiveram contanto com as estrategias militares romanas ganhando um poder estratégico maior.

  18. Eu gostei muito do vídeo. O vídeo demonstra muito bem o enfraquecimento do Império Romano devido as guerras internas, com os bárbaros aproveitando a situação para atacar e dominar aos poucos o território. O que achei também muito bom foi como representaram o relacionamento entre os dois povos e suas diferenças (e até semelhanças), com os dois fazendo alianças um com o outro quando era necessário, porém quando os objetivos eram diferentes, eles se desuniam, mostrando assim uma relação bem frágil.

  19. O video é realmente muito interessante, principal mente pelo fato que mostra o enfraquecimento do Império, nesse momento os bárbaros francos decidiram invadir o domínio romano em busca de terra , depois de um bom tempo lutando contra roma, eles conseguiram a terra, porque os romanos também queriam proteção dos outros bárbaros, quando neto do grande rei franco tomou o poder foi quando houve o maior crescimento do império franco porque houve a dominação da Gália e de quase todo o império romano.

  20. O vídeo é muito bom e explica a genial estratégia dos Francos. Eles, na verdade, querem somente territórios e em nenhum momento estão sob controle de outro povo. Eles fazem as jogadas certas nos momentos certos. Basta olhar na hora que eles se juntaram aos romanos, que precisam da ajuda deles para vencer outros povos germânicos. Eles se juntam ao império romano para poder ter acesso também aos seus privilégios, como armas, residencias, tecnologia, e estratégia muito bem desenvolvida também, que é a estratégia romana. Eles se aproveitam de Roma até perceber que estão fortes o suficiente para bater de frente com Roma. Então eles surpreendem seus, até então, aliados e conseguem se dar bem mais uma vez. Espetacular essa estratégia deles, pois apesar de, com certeza, não serem maiores do que todos os outros povos juntos, conseguiram conquistar terras e se tornaram bastante poderosos e influentes. Ainda se fortaleceram mais ao se converterem ao cristianismo, pois sabiam que iam ter o apoio da igreja, que nesse momento da história tinha um importante papel político.

  21. Esse vídeo me deu uma ideia diferente do que eu pensava ser ‘BÁRBAROS”,apesar de lutarem com muita fúria eles tinham seus ideais,era esses ideais de religião,forma militar.Algo também muito importante foi a religião cristã e a igreja que de certa forma ganhou mais poder com a conversão de lideres bárbaros.Do mesmo modo que eu via os bárbaros diferente de todos, Roma também os via com desprezo e mesmo na sua queda ainda os desprezavam.Mas subestimaram a inteligencia e a força dos Francos (povo bárbaro).
    Outra coisa que me interessou foi apesar dos Francos e romanos serem inimigos as vezes se protegiam, dava trégua,as vezes por causa de inimigos comuns,EX:HUNOS.Ou seja naquela época e ainda hoje são colocados interesses acima de decisões,um exemplo foi a situação de Clóvis e sua persuasão no filho de Sigiberto a mata-lo e pegar o trono de forma que ele punisse o filho conquistasse a confiança do povo e se tornasse o único líder (rei).
    Finalmente quero dizer que esse vídeo mostra a expansão tanto dos bárbaros quanto da religião católica,alem de mostrar como Roma caiu,pensamento Bárbaro,alem da influencia desses povos e governo sobre os povos.

  22. Este vídeo é muito interessante pois alem de mostrar o enfraquecimento de roma e como ela vinha perdendo território durante centenas de anos com uma visão diferente da do livro ou do que vimos em sala nos da a chance de identificar melhor os períodos que antes eram um pouco confusos.
    também podemos ver o modo como a religião era demonstrada (pagã=ruim-cristã=boa) e como os de religião pagã tentavam “convencer”os cristãos que a religião deles tinha de ser pelo menos aceita,mas isso não teve muito efeito tanto que Clóvis que acreditava na religião pagã foi convencido por sua esposa a se converter ao cristianismo.
    outro ponto interessante é ver como Roma, os francos, e a igreja planejavam seus movimentos estrategicamente.

  23. os povos Francos foram os povos bárbaros que mais dominaram o Império Romano e uma da invasões ele fizeram um acordo com Roma que era Roma dava um parte de seu território e eles protegiam Roma de outras invasões.
    com o temo o francos começaram a acha que o território dado pelo romano era pequeno e resolveram quebrar a aliança e atacaram novamente Roma
    os francos ficavam do lado de Roma então eles acabavam pegando um pouco da cultura romana mais nunca eles esqueceram de cultivar sua cultura pagã.

  24. No vídeo nós vemos mais que um império bárbaro, e sim a a criação da Europa, pois podemos afirmar que os bárbaros a moldaram através de conquistas e herdando muitos hábitos romanos e, desde os tempos mais remotos os francos vêm conquistando territórios e se consolidando como reino. A vitória contra os visigodos foi o maior exemplo disso.

    Depois de conquistar territórios, ele passou sua vida toda tentando unificar seu novo reino: o reino Franco, que depois se chamou Franquia e finalmente França, e que o o título de de “bárbaros” era um preconceito, pois Clóvis foi um dos maiores político de sua época. Mas não podemos nos esquecer que todo isso não foi conseguido com paz: muitas guerras foram travadas até mesmo depois da morte de Clóvis, quando deixou seu reino para seus 4 filhos.

  25. Esse video mudou muito minha opinião sobre os povos barbaros eu os considerava fracos e quase insignificantes, mas ao ver o video percebi que estava muito errado pelo menos com relação aos francos os povos barbaros que mais cresceram (devido a alianças e conflitos com os povos romanos).Para mim foi muito interessante aprender mais sobre esses povos fiquei impressionado como o território dos francos cresceu. Como o Gustavo disse é tudo um jogo de interesse por poder, na minha opinião os Francos jogavam muito bem esse jogo, eles sabiam quando ficar junto aos romanos e quando ficar contra os romanos também. Mas de todo o video o que mais me chamou a atenção foi a jogada de clovis para se livrar de sigiuberto, ele convence o próprio filho a matar o pai e depois mata o filho para supostamente “vingar” sigiuberto, isso tudo para nao perder a forte aliança que tinha com os homens de sigiuberto.

  26. Esse texto aborda fatos que se destacam na história até hoje. Como vimos a Roma estava em uma grande tensão social, ou seja, os agricultores se manifestavam, além desse fato, como os povos germânicos eram nômades, eles viviam de acordo com o que era mais favorável, então como sua terra estava inadequada ao plantio, eles atacaram Roma no intuito de uma nova vida. A partir desse momento, como Roma estava muito fraca no Norte, eles efetuaram um acordo com os francos, então cederam a Toxandri para eles no propósito de deter outros bárbaros. Mesmo sendo “aliados”, os francos quando podiam saqueavam Roma, eram servos entre aspas. Depois de um tempo, Meroveu foi o líder dos francos, na época de seu trono a Roma requisitou ajuda deles para dizimar os Hunos que estavam avançando com a ajuda de Átila, assim os francos se beneficiaram devido ter acesso a novas táticas de Roma e liquidar um inimigo comum. Com isso Meroveu esperou gratidão, mas no entanto Roma achava que os francos precisavam deles para expandir, além de só o necessitarem para acordos ou ataca-los quando tinha propensão para pilhar. Seu filho Chederico subiu ao trono, e como propósito queria se agregar ao império Romano. Quando derrotou os visgodos no sul pelo requerimento de Roma, cada vez se sentia mais poderoso, e anseiava conquistar mais mulheres, assim foi obrigado a deixar o trono, e quando fosse a hora de voltar, seu amigo enviaria a outra parte da moeda que ele quebrou, justamente o que ocorreu, com a ausência de um notório Imperador, Roma atacou os francos com grande frequência, assim ele voltou. Depois de sua morte, Clóvis com uma grande ambição de conciliar Roma, ele trouxe sua confiança, e depois conquistou toda a Gália, tendo autoridade sobre os Romanos. ( Ocorreu uma história em que um bispo requereu a ajuda dele para recuperar um vaso, mesmo sendo amigos não deixava de conquistar territórios cristãos, então quando recuperou um de seus soldados o quebrou, assim o matou). Sua mulher pediu para ele se converter ao cristianismo, e como ele estava exposto a muitas religiões, ele temia que existia outros Deuses poderosos, então quando estava no meio de uma batalha e estava perdendo, ele rezou a Jesus e ganhou a guerra e assim se converteu. Depois desse fato, ele queria aniquilar um imperador franco, então como não queria remeter uma má impressão, convenceu a seu filho a contratar dois assassinos para obter sua riqueza, e quando ele matou e foi receber sua recompensa, viu o tanto de riquezas e matou o filho, assim Clóvis conseguiu derrotar um oponente sem manchar suas maõs, e assim foi desviando dos obstáculos a sua frente.

  27. Podemos ver que, Clóvis obteve a independência e a identidade dos francos, através de sua inteligência, bravura e coragem, mesmo com pessoas acham que eles eram burros, por eles consquistarem, através de guerras e morte. Gostei muito do vídeo

  28. Roma estava entrando em decadência, aos poucos, por seguidos ataques de povos germânicos, mas um deles, denominados francos, deixaram Roma muito fraca, bem fizeram um grande estrago, eles a atacaram por serem várias alianças, que queriam terras férteis, territórios, assim para diminuir os ataques, Roma deu uma área para eles, Toxandria, que também serviu como para-choque contra outros bárbaros. Com isso, com esse choque da cultura deles dois, os francos além de usar um estilo de vida bem parecido com os romanos, eles também tornaram como servos deles. Quando surgiu o rei Meroveu, nasceu uma nova linha de conquistadores bárbaros e foi com ele que os francos conseguiram mais terras, mais poder, além do império romano ter chamado eles, para juntos atacarem Átila, os hunos, com a vitória, Roma não foi a única que se beneficiou, mas os francos aprenderem novas táticas de combate dos romanos, Meroveu pensava que iria receber agradecimentos deles, mas não conseguiu. Logo em seguida, o seu filho, Childerico subiu ao trono e que, antes dele esse povo estava acostumado a servir Roma, até esse novo rei, mas mesmo ele consquistando domínios do império enfraquecido, Roma pediu sua ajuda para atacar os visigodos do sul, com esse vitória foi benéfica para os francos, por ficarem numa posição melhor nos romanos, seu poder e seu defeito de achar que toda mulher a pertencia, teve que fazer ele fugiu de seu povo, por já estarem querendo sua morte, então ele repartiu meia moeda, uma para si e outra para seu amigo, e fugiu, durante esse tempo os francos foram extramamente dominados pelos romanos, então seu amigo enviou a sua metade da moeda para ele, que era o sinal para ele voltar, então ele foi aceito. O seu filho Clóvis, foi o que tomou o poder, a sua ambição era maior que seu pai, assim conquistou completamente Gália e tomou Roma por completo, assim com ajuda de um chefe franco, as tribos francas consolidas suas terras, e seu próprio alvo era consquistar os outros povos bárbaros, então atacaram um povo desse genêro e nesse momento ele mudaria a história, porque antes de ir a batalha fez um juramento a sua esposa que se a conseguisse, iria se converter ao cristianismo e no meio da luta, que estava perdendo, seus deuses pagãos lhe viraram as costas e no meio dela, rezou para o Deus cristão de sua mulher e ganhou a batalha, assim converteu todo o seu povo ao cristianismo, para Clóvis, só ele podia ser o rei, então como não podia mata-lo pessoalmente, senão iria dar problemas e “manchar” a sua imagem, mandou o filho de seu aliado matar, através da ganância dele de possar todo o dinheiro do pai, então o filho contratou dois profissionais, em que o seu pai confiava, quando o matarram, foram para o seu filho Cloderico receber o pagamento, virar o tanto de dinheiro e jóias que tinha, então também o matou. O Clóvis eliminou os seus inimigos, sem nem mesmo encostá-los e asim herdou toda a nação franca, e por ele, obtiveram sua independência

  29. Os francos foram os povos que ocuparam as margens do rio reno, invadiram as terras romanas dando uma nova era em roma. Para evitar grandes conflitos roma permitiu que os francos habitassem determinada região, conhecida como Taxandria, ficando-os sobre controle do império romano. Com a decadência os francos começaram a expandir seu território. Durante um certo período, os francos conseguiram expandir seu território e fizeram um acordo com os romanos paras se protegerem de átila e os hunos, o rei franco se chamava Moroveu que conseguiu impedir o avanço dos hunos. O grande rei franco se chamava clóvis, o neto de moroveu que fez os francos terem um lar e riquezas por território

  30. Achei o video muito explicativo e interessante, ele conta que por um século o território romano foi invadido pelos francos.
    Por um longo período o Império Romano sofreu ameaças bárbaras. Enfraquecido pela guerra civil, o exército romano não conseguiu resistir a esses ataques, por isso fizeram uma “aliança” com eles, onde os bárbaros ficaram com um pedaço de seu território (Toxandria), em troca de apoio nas guerras.
    Apesar de serem “domesticados” pelos romanos, os bárbaros levavam sua religião pagã muito a sério.
    Durante o período onde os francos viviam em aliança com os romanos, houveram vários lideres, dentre eles Chiderico, que por ordem do povo foi mandado embora de seu território. Na atual Alemanha, ele conquistou e se casou com a rainha. Um tempo depois retornou ao território romano a pedido do povo, com a rainha e o filho dela (Clóvis), que após a morte de Chiderico se tornou líder dos francos.
    Durante o reinado de Clovis, sua jovem esposa o converteu ao cristianismo.
    Mais tarde Clóvis (líder franco), se aliou a Sigiberto (líder visigoto), para unir suas forças. Mas Clóvis queria ser o único líder. Por isso convenceu secretamente o filho de Sigiberto (Cloderico) a matar seu pai, oferecendo riquezas em troca. Após a morte de Sigiberto, Clóvis matou Cloderico e disse ao povo que estava vingando seu amigo, assim ganhando a lealdade do povo.

  31. Os povos bárbaros Francos foram os povos bárbaros que mais dominaram o Império Romano (inclusive foram eles que o destruíram), eles já o atacavam há muito tempo, em uma dessas invasões eles fizeram um acordo com Roma (Roma lhes deu uma parte de seu território para que eles parassem de lhe atacar e que eles o ajudassem Roma contra as invasões barbaras), isso funcionou por um tempo, mas depois os Francos acharam esse território pequeno, então eles começaram atacar Roma novamente para expandir seu império. Pelo fato dos Francos viverem em fronteira com Roma, eles adotaram alguns costumes romanos, mas nunca deixaram sua religião pagã. Um dos reis Francos, Chiderico, que pelo fato de seduzir várias mulheres foi expulso dos Francos, mais seu povo o perdoou, ele voltou casado com uma rainha e um filho chamado Clovis. Ele e o rei bárbaro que traio Roma e a dominou em um momento que eles estavam fragilizados, expandi-o o reino dos Francos, dominou vários povos bárbaros, converteu todos os Francos ao cristianismo (durante a batalha de sua vida, sua esposa crista lhe deu antes da batalha uma cruz, e quando eles estava quase morrendo o deus cristão o salvou e ele se converteu).

  32. Eu achei esse video muito interessante pois ele demonstra o lento enfraquecimento do império romano,os conflitos entre o império e os povos bárbaros.Mostra as alianças que os povos bárbaros Francos faziam com o império romano, e todo um jogo de interesses pelo poder.Dentro mesmo desses povos bárbaros, por exemplo a conversão de Clóvis ao cristianismo que além de ter acontecido por influência de sua noiva, aconteceu pois ele sabia que se ele se convertesse ao cristianismo os Francos seriam muito mais poderosos e influentes, devido ao apoio da Igreja.

  33. O vídeo mostra bem os povos Francos que foram os povos que mais deixaram “marca” na “guerra civil” vivida por Roma por quase 1 século. Os Francos atacaram o exercito já fragilidade de Roma por isso conseguiram êxito em sua invasão e já cansado de lutar os romanos cederam as terras de Toxandria para os Francos como uma forma de acordo. Vi no vídeo também como os Francos eram fieis a sua religião e cultura pois mesmo em terra romana eles continuaram cultivando sua cultura como meio de resistência cultural. Podemos ver também que os romanos e os Francos tinhão uma espécie de aliança fragilizada pois depois de um tempo que o acordo se passou os Francos voltaram a lutar com a Roma, mais quando os Francos souberam de novas invasões logo ajudaram Roma a se defender.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s